Guitarrista Matheus Canteri fala sobre o novo álbum solo e outros assuntos

O jovem guitarrista brasileiro Matheus Canteri, atualmente radicado na cidade americana de Nashville, Tennessee, há muito vem chamando atenção pela fluência musical no estilo country de tocar guitarra, unindo técnica, velocidade, precisão e bom gosto na escolha das notas musicais que emprega em suas composições solo ou como membro da banda americana The Royal Hounds.

Em entrevista exclusiva ao site, ele falou sobre influências musicais, como é viver de música em Nashville – Meca da música country americana, além de contar alguns detalhes sobre seu novo disco solo – “A New Land”, com lançamento previsto para o dia 12 de abril deste ano e muitos outros assuntos.

Por Álvaro Silva (ahfsilva@gmail.com)  

A música country sempre esteve presente na sua trajetória musical ou você começou tocando outros estilos?

Matheus Canteri: Como cresci no interior de São Paulo, sempre gostei muito da cultura rural/caipira. Além disso, as trilhas sonoras de filmes de velho oeste, de desenhos animados, os sons do banjo e coisas desse tipo me encantaram ainda criança. Porém, quando comecei a tocar, aos doze anos, o rock era o estilo que eu mais escutava. Apenas mais tarde, por volta dos dezessete ou dezoito anos, que comecei a expandir meu gosto musical e me apaixonei pela música country.

Quais artistas da música country influenciaram sua abordagem musical?

Matheus Canteri: Albert Lee foi o primeiro guitarrista country que me influenciou, estudei muito seu fraseado. Depois dele vieram outros, como Brent Mason, Johnny Hiland e Danny Gatton e muitos outros.

Você mora em Nashville desde 2018, né? Viver de música nos EUA é muito diferente do que no Brasil?

Matheus Canteri: No Brasil eu sempre fui professor, pois seria muito difícil viver tocando country ao vivo. Aqui o que eu mais faço é tocar ao vivo, e ocasionalmente dou aulas para alunos avançados que estão em busca de algo específico. Para o estilo musical que eu gosto é totalmente diferente, pois estou fazendo o que realmente amo dentro da música.

A pandemia afetou seriamente o mercado musical mundial com o cancelamento dos shows. Como estão as coisas aí em Nashville – uma cidade que respira música? 

Matheus Canteri: Nashville sofreu muito com a pandemia. Músicos, bartenders e todo o grupo de pessoas que trabalha com entretenimento na cidade enfrentou uma grande dificuldade. As coisas reabriram após o primeiro

lockdown realizado no ano passado, ele durou dois meses e meio. Desde então, a situação vem melhorando devagar. Entretanto, muitas pessoas se mudaram daqui por não ter trabalho suficiente. Não tem sido fácil para a cidade.

Seu novo álbum solo (“A New Land”) será lançado no dia 12 de abril. Como foi o processo de gravação? Quais foram as inspirações por trás das canções que compõem o trabalho?

Matheus Canteri: O álbum foi gravado no estúdio Sidekick Ranch, que pertence ao Mark Thornton, que foi guitarrista do Jerry Reed por mais de dez anos. Foi uma experiência incrível! O Mark tem uma coleção incrível de equipamentos vintage que são realmente mágicos. Fiquei muito satisfeito com todos os sons que captamos. A mixagem e a masterização ficaram por conta de Tchucka Jr. Ele fez um excelente trabalho. Tive a felicidade de contar com grandes músicos e amigos que fizeram desse trabalho um projeto muito especial. Tenho certeza que as pessoas também irão apreciar. As composições são um reflexo desses anos em que estive morando nos EUA, os lugares e as pessoas que conheci, as bandas que vi ao vivo, as conversas etc. Quero que os ouvintes se sintam transportados para esse cenário.

Ele será lançado em formato físico ou estará disponível apenas nas plataformas digitais?

Matheus Canteri: Vou lançar em formato físico também, mas por enquanto só nos EUA, e claro, estará em todas as plataformas digitais de streaming.

Você poderia contar um pouquinho sobre o trabalho que você desenvolve com a banda americana de rockabilly/roots rock The Royal Hounds? Vocês planejam lançar alguma coisa neste ano?

Matheus Canteri: Pra mim é uma grande felicidade fazer parte dessa banda. Já tocamos por todo o país, além de turnês na Europa e Brasil. Atualmente estamos estabelecidos em Nashville e tocamos toda semana em dois honky-tonks, o “Robert’s Western World”, votado nove anos seguidos como o melhor bar de Nashville e o “Layla’s”. Em janeiro entramos no estúdio Blackbird para gravar um novo disco que deve sair ainda neste ano. Fiquem ligados!

Falando sobre guitarras, você usa modelos inspirados na Telecaster que são bastante peculiares. Você poderia nos contar um pouco sobre elas?

Matheus Canteri: Sim. Meu pai é um luthier talentosíssimo. É ele quem constrói todas as minhas guitarras. Tudo escolhido cuidadosamente, madeiras, peças e design. Pra quem não conhece, procure por HC Guitars. Tenho certeza que vão se encantar. 

Além do lançamento do novo álbum, quais são os planos para 2021?

Matheus Canteri: Fazer tudo que não deu pra fazer em 2020! Quero fazer ainda mais shows do que fiz em 2019 e continuar produzindo música, tanto solo quanto com The Royal Hounds. Também estou começando uma série de aulas de guitarra country no meu canal no YouTube, quero dessa forma ajudar novos músicos a se interessarem pelo estilo. 

Maiores informações no site, Instagram, Facebook, Twitter e YouTube do Matheus Canteri.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s