Livro “Whitesnake: A Fantástica Jornada de David Coverdale”, por Martin Popoff

Do início ao estrelato: autor canadense narra a saga da banda de David Coverdale

David Coverdale alcançou o estrelato de forma surpreendente. O então desconhecido vocalista, que vendia roupas numa boutique e cantava em pequenos pubs no norte da Inglaterra, tirou a sorte a grande ao ser convidado para substituir Ian Gillan no Deep Purple.  O sucesso não tardou a chegar: sua estreia junto aos gigantes do hard rock gerou o bem sucedido Burn (1974), seguido por Stormbringer (1974) e Come Taste the Band (1975), último disco gravado pelo Purple antes de encerrar as atividades em 1976 (a banda retornaria em 1984 com a chamada “formação clássica”, mas isso é outra história).

Após o fim do Deep Purple, Coverdale gravou dois discos solo: Whitesnake (1977) e Northwinds (1978). Em 1978 acabou formando o grupo Whitesnake, e é aqui que se situa a história do livro “Whitesnake: A Fantástica Jornada de David Coverdale”, escrito por Martin Popoff, jornalista e crítico musical canadense, autor de várias biografias sobre bandas seminais como Black Sabbath, Deep Purple, Blue Öyster Cult, Iron Maiden, Judas Priest, Rainbow, DIO, Yes, dentre outras.

Por decisão do autor, o livro enfatiza o período que vai do primeiro álbum solo do vocalista britânico até o “Slip Of The Tongue”, lançado em 1989, ou seja, apenas arranha a superfície da fase, digamos, mais atual da banda. Não espere detalhes sobre a vida pessoal dos artistas, pois o autor foca sua narrativa destrinchando detalhes sobre as gravações dos discos e as diversas formações da “Cobra Branca”. A maioria das informações trazidas foram colhidas a partir de entrevistas realizadas com ex-integrantes, incluindo, obviamente, algumas declarações de Coverdale, mas é John Kalodner, famoso executivo americano da indústria da música, que apresenta os detalhes mais interessantes. Aqui você lerá um enredo marcado pela ambição, perseverança, fama, fortuna, intrigas, fracassos, dissoluções e recomeços.

A edição nacional lançada pela editora Estética Torta, veio à tona em 25 de julho de 2020 (cinco anos após o lançamento da versão original), traz alguns erros de digitação que não chegam a comprometer a leitura, mas seria bom que tivesse sido feita uma revisão mais cuidadosa antes de lançar o livro. Outro ponto negativo é a ausência de fotos da banda.

Se você é fã ou apenas tem interesse em conhecer a história de uma das maiores bandas de hard rock da história, responsável por hits como “Here I Go Again”, “Is This Love?”, “Love Ain’t No Stranger”, “Still of the Night” e “Fool For Your Loving”, “Whitesnake: A Fantástica Jornada de David Coverdale” é uma leitura bastante atrativa. (Por Álvaro Silva, rotasongs@gmail.com)

Ficha técnica:

Título: “Whitesnake: A Fantástica Jornada de David Coverdale”

Autor: Martin Popoff

Editora: Estética Torta

Lançamento: 25 de julho de 2020

Páginas: 311

Idioma: português

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s