Samantha Fish – Faster

Por mais de uma década, a guitarrista e vocalista americana Samantha Fish construiu sua carreira gravitando em torno do blues rock, mas sempre distribuiu pitadas de estilos como rock, country, funk e bluegrass em seu repertório. Em “Faster”, a artista expande ainda mais sua paleta sonora acrescentando pop, rhythm and blues e hip-hop na mistura.  

“Faster” foi produzido por Martin Kierszenbaum, também conhecido pelo pseudônimo Cherry Cherry Boom Boom, profissional que trabalhou com várias estrelas da música pop como Lady Gaga, Madonna, Sting e Sheryl Crow. Marcam presença no trabalho músicos experientes como o baterista Josh Freese (Nine Inch Nails, Guns N’ Roses, The Replacements e Devo), o baixista Diego Navaira (The Last Bandoleros), além do próprio Kierszenbaum, que tocou guitarra, piano, teclados e percussão.

Ao todo são doze faixas com uma pegada bastante pop, o que demonstra o desejo da artista de explorar novos territórios e o dedo ativo do produtor. Aliás, além de produzir e tocar algum instrumento em praticamente todas as canções, Kierszenbaum participou da composição de parte considerável do repertório. Todavia, os riffs de guitarra e os licks de blues se fazem presentes (ainda que de maneira mais discreta que nos trabalhos pretéritos da artista).

O “abre alas” fica por conta da faixa-título, um rock conduzido por um riff de blues garageiro e refrão chiclete. Já “All Ice No Whiskey”, “Hypnotyc”, “Forever Together” e “Crowd Control” são canções pop com sonoridade contemporânea, com a presença de baterias programadas e muitos teclados. Os fãs antigos de Samantha podem até torcer o nariz para elas, mas são músicas muito bem construídas.

O lado rock de Samantha volta à latência em “Twisted Ambition” e Imaginary War, canções com uma pegada que lembra os texanos do ZZ Top. “Loud” apresenta um mix de rock e hip-pop, e conta com a participação do rapper Tech N9ne. “Better Be Lonely” tem um riff à la Link Wray/Duanne Eddy e refrão simples e cativante. “So-Called Lover” é um rock moderno que surpreende com a inclusão de um piano no melhor estilo Jerry Lee Lewis.

As influências da música soul e rhythm and blues ficam bastante evidenciadas na suave “Like a Classic” e na balada intimista “All the Words”, faixa que encerra o álbum.

Com “Faster”, Samantha Fish dá passo ousado em sua carreira ao mudar o direcionamento sonoro, enfatizando seu lado mais pop. Acontece que a artista acerta em cheio, apresentando um apanhado de boas canções bem produzidas e compostas. Um trabalho para se ouvir com a mente aberta e aplaudir pelo excelente resultado. (Por Álvaro Silva)

FICHA TÉCNICA

Artista: Samantha Fish

Álbum: Faster

Produtor: Martin Kierszenbaum

Duração: 42m47s

Data de lançamento: 10 de setembro de 2021

Gravadora: Concord/Rounder Records

Faixas

01. Faster (Fish/Kierszenbaum)

02. All Ice No Whiskey (Fish/Kierszenbaum/McCormick/Pearlman)

03. Twisted Ambition (Fish/Kierszenbaum)

04. Hypnotic (Fish/Kierszenbaum)

05. Forever Together (Fish/Kierszenbaum)

06. Crowd Control (Fish/McCormick)

07. Imaginary War (Fish/Kierszenbaum)

08. Loud (Fish/Kierszenbaum/McCormick/Yates)

09. Bettter Be Lonely (Fish/McCormick)

10. So-Called Lover (Fish)

11. Like a Classic (Fish/Kierszenbaum/McCormick)

12. All the Words (Fish)

Ouça “Faster” clicando aqui.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s