Steven Wilson – The Future Bites

Músico britânico lança novo álbum calcado no synth-pop dançante sobre distopia tecnológica e consumista

O Steven Wilson fez carreira como guitarrista e vocalista da banda de rock progressivo Porcupine Tree (inativa há quase dez anos e sem previsão de retorno). Desde a última década, mantém uma prolífica carreira como artista solo e produtor musical, tendo trabalhado em projetos de remixagem de álbuns clássicos de nomes como Elton John, Tears for Fears, Yes, Roxy Music, Jethro Tull e muitos outros.

Recentemente, causou certo burburinho ao declarar em entrevista dada para o site Under the Radar que está entediado com a guitarra, com o rock e que não gosta nenhum um pouco da banda Greta Van Fleet, apontada por muitos como a “salvação do rock”.

Certamente, “The Future Bites”, álbum de inéditas recém-lançado por Wilson, consolida a visão atual do músico explicitada no parágrafo anterior, a sonoridade é marcada pelas programações eletrônicas e pelo uso de teclados sintetizadores, em clara referência ao synth-pop praticado por grupos como Soft Cell, Eurythmics, Depeche Mode e ao experimentalismo do Radiohead e do guitarrista Adrian Belew. No que concerne às letras, Wilson propõe uma reflexão sobre os impactos que o consumismo desenfreado e a dependência tecnológica causam na formação da identidade individual do ser humano, formando uma sociedade superficial e emocionalmente instável.

Os pontos altos incluem o um synth-pop com ares sombrios “King Ghost”, a atmosférica “Man of the People” e a grandiloquente sátira dançante “Personal Shopper”, que aborda o consumismo exagerado de maneira irônica, além de contar com a participação ilustre de Elton John lendo uma lista de compras composta por itens supérfluos como sabão de cinzas vulcânicas e livros de autoajuda.

Ao abraçar o synth-pop em “The Future Bites”, Steven Wilson mostra-se disposto a experimentar novas sonoridades além do rock progressivo tradicional, é um passo ousado que pode não agradar aos fãs mais puristas que amealhou ao longo da carreira, mas as músicas funcionam dentro do conceito futurista distópico proposto pelas letras e a produção é sublime. Aliás, é um dos primeiros álbuns mixados utilizando a tecnologia Double Atmos Surround. Vale a pena conferir.

FICHA TÉCNICA

Artista: Steven Wilson       

Álbum: The Future Bites

Data de laçamento: 29 de janeiro

Gravadora: Caroline International

Tempo de duração: Aprox. 41m59s.

Faixas:

01. Unself

02. Self

03. King Ghost

04. 12 Things I Forgot

05. Eminent Sleaze

06. Man of the People

07. Personal Shopper

08. Follower

09. Count of Unease

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s